segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Esteve tudo branco aqui na serra







No sábado esteve assim, tudo branco e lindo de morrer! Foi uma aventura chegar cá acima, só de jipe ou de moto 4, só mesmo o Fernando que tem 17 anos de experiência de andar a guiar na neve para andar serra acima e serra abaixo, com correntes nos pneus para que nada falte aos aventureiros que não resistiram a dar um salto aqui em cima para se aquecerem na lareira e secarem os seus fatos enquanto se deliciavam com o que o Fernando sabe melhor fazer, cozinhar a posta barrosã, o  costeletão, ou o bacalhau em cebolada. Para se aventurarem de novo ao caminho o dificil era sair do quentinho. Houve quem viesse para almoçar e fosse ficando só saindo às tantas da noite...

Os mais corajosos da noite abalaram à 1h da manhã!


Almoçaram e foram ficando... ficando... passou-se a noite à conversa. Lá fora nevava e fazia muito frio mas a fantástica lareira aqui em Val de Poldros convidava a uma tertúlia, e assim foi.
A conversa foi excelente. Gente boa como só no Minho encontramos. Aprendemos todos um bocadinho mais esta noite com a experiência de vida de cada um, com as aventuras de quando eram miúdos, de gente que já partiu e que faz falta. Foi uma noite muito bem passada no quentinho da lareira aqui em Val de Poldros. 



No domingo continuava tudo branco, mas já se sabía que ía chover e que lá para o fim do dia tudo voltava a ficar como dantes. Antes que a neve derretesse apareceram um grupos animados que não resistiram a aventurarem-se pela serra acima para comerem o famoso costeletão que o Fernando tão bem faz.








Quando chegaram estava a serra coberta de branco e vinham completamente encharcados. A salamandra da sala grande salvou a situação e secou os fatos. Enquanto isso a conversa à mesa era animada.O almoço foi sem pressas e como estavam todos de férias, abalaram para o Gerês para um jantar que prometia ser animado. Voltem mais vezes!

E agora....

Presentes  Melgaço, Monção, Cerveira e até alguém do Porto!


Um grupo simpático que se aventurou de jipe. O elemento mais novo portou-se tão bem e foi a primeira vez que viu neve. Beijinhos grandes miúdo bem educado! Voltem mais vezes, não se esqueçam deste cantinho fantástico que está cá para os receber o melhor possivel.




A serra tem destas coisas, quase de surpresa a neve aparece, os mais desprevenidos encontram sempre ajuda, não fosse esta gente daqui que desenrasca o impossivel  sempre com cara alegre, acaba tudo divertido e com vontade de voltar. Só o padeiro não apareceu, mas não fez mal tinhamos algum pão de reserva, porque os enchidos e o presunto artesanais não dispensam o pão mesmo que seja do dia anterior. São coisas que a neve faz.

Neve, volta outra vez!










Sem comentários:

Enviar um comentário